Arquivo para julho, 2012

Curso aborda o corpo no cinema

Curso aborda o corpo no cinema

julho 31, 2012 arquivado em: Agenda | No Comments

Indico o cuso da minha amiga e incentivadora de tantas danças...Ana Figueiredo. Ela que com habilidade peculiar transita entre a dança, o cinema e os mitos e ritos de nossa sociedade. Mais ainda de nós mesmos. Para auscultar o sertão das gentes. Que tal essa peripécia corporal? ... Leia mais»

Aplausos para Pina Bausch

Aplausos para Pina Bausch

julho 22, 2012 arquivado em: Minha visão de dança | No Comments

Chego a este post de Pina, filme de Wim Wenders, como quem hesita, tateia o chão em busca de palavras. Volto à sala de cinema onde estive por duas vezes com aqueles óculos 3D… Ao contrário de mim, em A sagração da primavera (1975), os bailarinos estão engajados e nenhum movimento sutil ... Leia mais»

De aborígenes, movimentos e pausas

De aborígenes, movimentos e pausas

julho 22, 2012 arquivado em: Inspiração, Turismo Dançante | No Comments

Alguém já viu dança australiana? Eu não! Estive por quase um mês no país de bumerangues e cangurus, em pleno janeiro, supostamente o auge da temporada turística, e nem um sinal de dança. Minto, alguns deles, rastros… É verdade que eu estava de férias, mas nem por isso desligada do te... Leia mais»

Akram Khan e o oriente que habita em nós

Akram Khan e o oriente que habita em nós

julho 22, 2012 arquivado em: Minha visão de dança | No Comments

Fico perplexa diante de danças belas. Per-ple-xa…sonoramente perplexa. Perplexa em camadas. A primeira camada habita o nível do arrebatamento estético. Aquele gozo mesmo de estar diante do sublime, de gestos impecáveis, vigorosos, suaves, sensuais, repletos de força, terror e alma. A arte... Leia mais»

A dança de rua que não pode parar

A dança de rua que não pode parar

julho 22, 2012 arquivado em: Minha visão de dança | No Comments

Dentre os espetáculos mais aguardados da Bienal SESC de Dança, que ocorreu de 2 a 8 de setembro de 2011, em Santos, esteve H3, do Grupo de Rua de Niteroi, dirigido e coreografado por Bruno Beltrão. Não foi por menos. A obra premiada no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa, é movimento em ... Leia mais»

Tatiana é solo Deborah Colker

Tatiana é solo Deborah Colker

julho 22, 2012 arquivado em: Minha visão de dança | No Comments

Semana passada, meados de setembro de 2011, assisti a estreia de Tatyana, o mais novo trabalho da carioca Deborah Colker, um dos principais nomes da dança brasileira, com 30 anos de trajetória e 18 à frente da companhia que leva seu nome. Depois de montagens que se tornaram a sua marca regis... Leia mais»

Deve ser legal ser negão no Senegal

Deve ser legal ser negão no Senegal

julho 22, 2012 arquivado em: Festivais no Brasil, Minha visão de dança | No Comments

Enfrentar a esperança. Songook Yaakaar, que a senegalesa Germaine Acogny apresentou na Bienal SESC de Dança, é dança-escárnio desde o título. A discípula de Maurice Béjart e diretora da École des Sables, no Senegal, leva a plateia a uma desconexa rêverie (bem típica dos tempos de ta... Leia mais»

Cildo Meireles, aqui, do lado de lá

Cildo Meireles, aqui, do lado de lá

julho 5, 2012 arquivado em: Agenda, Inspiração | No Comments

Barulhos e sentimentos…ah, a água! Neste sábado, dia 28 de agosto de 2011, mergulhei no trabalho poético de Cildo Meireles: rio oir, em cartaz no Itaú Cultural até 2 de outubro. O trabalho concebido em 1976 pelo artista multimídia, nos convida a uma escuta delicada: de um lado, sons de água... Leia mais»

De Roberto Carlos a Kazuo Ohno

De Roberto Carlos a Kazuo Ohno

julho 5, 2012 arquivado em: Biblioteca de dança | No Comments

Na última terça-feira, dia 23 de agosto, estive na Fnac Pinheiros para o lançamento do livro “Fotografia de Espetáculo”, do amigo e professor Emidio Luisi. O fotógrafo de cena registrou o trabalho de importantes diretores e companhias de dança, como Antunes Filho e Ballet Stagium, alé... Leia mais»

“Produto perecível laico” busca saída na coletividade

julho 5, 2012 arquivado em: Festivais no Brasil, Minha visão de dança | No Comments

No dia 23 de junho, a Cia. Borelli estreou “Produto perecível laico” no Semanas de Dança, evento do Centro Cultural São Paulo que contou com 25 espetáculos, além de workshops e palestras. Inspirado na poesia “A morte”, de Cruz e Souza, o espetáculo assume um tom mais brando em relaçã... Leia mais»